Polícia Civil prende homem suspeito de matar ex-companheira e ferir parentes dela

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (11) o homem suspeito de matar uma mulher e de ferir outras três pessoas, incluindo um bebê recém-nascido. O crime ocorreu no dia 19 de julho deste ano na cidade de Cruz do Espírito Santo, no interior da Paraíba.

O suspeito de 28 anos, que teve o nome legalmente preservado pela Polícia Civil, foi encontrado escondido na zona rural da cidade de Cruz do Espírito Santo, por equipes do Grupo Tático Especial da Delegacia Seccional de Santa Rita.

Segundo o delegado Reinaldo Nóbrega, o homem teve a prisão preventiva decretada pela justiça após investigações da Polícia Civil encontrarem indícios da participação dele nos crimes.

Nóbrega acrescentou que o suspeito não aceitou a separação com a ex-companheira e resolveu atacar a mulher e alguns membros da família dela. “Ele pegou uma faca e foi até a casa onde a ex-companheira dele estava, ao lado de parentes”, contou o delegado, acrescentando: “Chegando lá, o suspeito desferiu golpes contra a ex-companheira, o ex-sogro, a ex-cunhada e até contra uma criança que se encontrava no local “.

A ex-cunhada morreu e as demais vítimas foram socorridas e conseguiram sobreviver. Após o crime , o suspeito fugiu e passou a ser procurado pela Polícia Civil. “Esse caso teve grande repercussão em virtude da forma como ocorreu . Nossas equipes trabalharam de forma intensa e conseguiram elucidar o crime e localizar o suspeito, que estava foragido, em menos de um mês”, ressaltou o delegado.

Ele foi preso e submetido a exame de corpo de delito. Em seguida, será encaminhado ao Sistema Prisional e Poder Judiciário. O homem vai responder processo por prática de um feminicidio e três tentativas de homicídio praticadas contra a ex-companheira e familiares dela.

Assessoria

Postar um comentário

0 Comentários